Mercado de Trabalho

Estas são as áreas que melhor remuneram os recém-licenciados

Luís Vicente
Editor Unlimited Future
30 Julho 2018

Se bem nos conheces, sabes que a filosofia de vida que defendemos não é orientada pelo valor de salário que poderás vir a receber no final de cada mês ao longo da tua vida. As nossas métricas e preocupações são outras: no final do secundário, com o projeto Inspiring Future, tentamos dar-te toda a informação necessária para uma escolha consciente do próximo passo. Nem tem necessariamente a ver com um curso superior – a única opção que não podes tomar é “fazer nada”.

Defendemos a pluralidade das opções do próximo passo e, mais que tudo, ambicionamos que atinjas a felicidade profissional tornando-te a melhor versão de ti mesmo. E, sobretudo, que esta felicidade advém de vários parâmetros: flexibilidade ou mesmo ausência de horários, trabalho remoto, férias alargadas e outras comodidades. Mas também não nos esquecemos do contexto económico em que vivemos e da importância de emprego, segurança no mesmo e remunerações justas.

Sendo essa também uma preocupação dos pré-universitários e daqueles que já se encontram no Ensino Superior, assenta na nossa filosofia mostrar-te também que áreas de atividade pagam melhor aos recém-licenciados: malta que acompanhamos através do Unlimited Future e queremos vir a acompanhar mais.

Um estudo recentemente publicado no Expresso, feito pela Hays, compila as 20 áreas que melhor pagam a quem está há menos de 4 anos no mercado de trabalho. Curioso é ainda perceber aquilo que Mário Rocha, diretor da Hays, sublinha como requisito primordial, ao mencionar empregos nas áreas da Psicologia, Gestão ou Marketing: “Quando contratam para esta função as empresas procuram perfis com as competências comportamentais certas, sobretudo a vocação comercial. As competências técnicas, asseguradas por uma formação permanente e muito intensa são garantidas pela empresa.”

Os valores que aqui se seguem na tabela são em milhares de euros, ao ano e em bruto, o que significa que além de dividir por 12, 13 ou 14 meses (subsídios natal e férias) também serão deduzidos os custos sociais suportados pelas organizações: IRS e Segurança Social.

Posição

Profissão/Área

Lisboa

Porto

1

Delegado Hospitalar / Farmacêutica

50

47

2

Responsável de Expansão / Grande distribuição

45

45

3

Gestor de Produto / Marketing Farmacêutico

45

42

4

Responsável Comercial / Imobiliário

45

38

5

Responsável Comercial / Logística

42

38

6

Gestor de Conta / Banca Corporativa

40

38

7

Analista de Risco / Banca Corporativa

40

32

8

Auditor Interno / Seguros

40

28

9

Analista de Coporate Finance / Banca de Investimento

38

31

10

Gestor de Key Account / Marketing e Vendas

35

35

11

Auditor Bancário / Banca de Investimento

35

28

12

Técnico de Risco

35

28

13

Responsável de Agência de Viagens

35

29

14

Market Access Specialist

35

35

15

Controller de Gestão

34

28

16

Arquiteto de Soluções e Infraestruturas

33

28

17

Engenheiro de Pré-Venda

32

28

18

Gestor de Revenue / Turismo

33

33

19

Developer / Tecnologias de Informação

32

28

20

Técnico Assuntos Regulamentares / Farmacêutica

31

26


DEIXA UM COMENTÁRIO